Diferença entre Estabilizador e Nobreak

Dentro do nosso dia a dia temos dúvidas sobre equipamentos para empresa ou para casa, neste caso temos o nobreak e estabilizador, qual devo ter em casa e porque?

O estabilizador é um equipamento que se encontra no ambiente residencial com maior frequência pois ele trabalha no conceito de manter os níveis elétricos estáveis, mantendo a corrente elétrica evitando que os aparelhos queimem.

O nobreak é mais encontrado no cenário empresarial para que em momentos de queda de luz ele venha suprir a necessidade de manter determinados equipamentos funcionando, para que os usuários tenham tempo de realizar o processo de encerramento de atividades.

Ainda temos a utilização de nobreaks para garantir o funcionamento de equipamentos de videomonitoramento, caso ocorra um ataque há um ambiente sem energia ele acaba mantendo o sistema de segurança em funcionamento, o tempo de funcionamento depende do consumo de energia que os equipamentos oferecem, além disso é necessário se ter um cuidado com o modelo de nobreak, pois existem variações entra modelos, que consiste no formato da onde elétrica, podendo ser ‘quadrada’ ou ‘senoidal’.

Nobreaks de onda senoidal são recomendados para equipamentos que necessitam de maior cuidado, como um servidor empresarial, onde o equipamento administra todas as informações da empresa, sendo que não pode parar.

Sendo que ainda se necessário pode-se utilizar o nobreak para realizar a conversão da corrente elétrica de 220v para 110, dependendo do modelo do equipamento.

Estes são somente alguns aspectos de maior destaque que diferenciam um estabilizador de um nobreak, outro detalhe importante do nobreak que ele necessita um cuidado com suas manutenções, pois pode haver desgastes no componentes eletrônicos além de um acompanhamento da bateria que o acompanha, o tipo de bateria para nobreak é sempre utilizada as baterias estacionárias, desenvolvidas para esta função.

Ainda é possível você aumentar a autonomia do nobreak, autonomia é o tempo que ele pode alimentar os equipamentos nele conectados, podendo ser minutos ou horas, é claro que depende dos equipamentos conectados e a quantidade conectados.

Para um aumento de autonomia é possível criar um banco de baterias conectando elas em série, mas deve-se tomar cuidado que como as baterias tem materiais tóxicos é recomendado manter em ambiente afastado, além do cuidado com as manutenções preventivas ou as manutenções corretivas quando necessário.

Nós da Faritel recomendamos manutenção preventiva no espaço de 6 há 8 meses, para reavaliar o estado das baterias, a placa e componentes, regulagem de tensão, assim verificando se está tudo certo ou se existe alguma anormalidade no equipamento, quando necessário uma manutenção corretiva normalmente a Faritel deixa um equipamento substituo para que  o cliente não fique sem nobreak, durante o período de manutenção, pois alguns componentes podem ser solicitado ao próprio fabricante, para garantir o bom funcionamento do equipamento quando retornado.